topo

Postado em 12 de Abril às 16h05

Mensageiro Seguro 995

Institucional (44)
Certa Corretora de Seguros e Certificação Digital - Chapecó/SC Previdência privada, poupança ou investimento? Assessor de investimentos auxilia e explica a melhor opção para quem está pensando em garantir a...

Previdência privada, poupança ou investimento?

Assessor de investimentos auxilia e explica a melhor opção para quem está pensando em garantir a renda para aposentadoria.
O planejamento da aposentadoria é algo que, muitas vezes, é deixado para a última hora, ou seja, quando as pessoas já estão próximas da idade de se aposentar. E com a reforma da previdência em voga, muitos jovens começaram a se preocupar com em garantir uma renda mensal na velhice. Escolher entre previdência privada, poupança ou investimentos costuma ser uma dúvida frequente quando o assunto vem à tona.
“O ideal é começar a planejar a sua aposentadoria desde cedo, mas, como muitas vezes não é o que acontece, é importante conhecer as possibilidades, vantagens e desvantagens de cada escolha”, explica o assessor de investimentos da Intertrading Investimentos, escritório credenciado à XP Investimentos, Agostin Cristiano.
Na previdência privada, algumas das vantagens vantagens são: poder personalizar o plano de acordo com as suas necessidades, com o que pode pagar por mês ou de acordo com o que planeja ter de renda quando parar de trabalhar; a geração de renda para aposentadoria; a flexibilidade de portabilidade para outras instituições financeiras caso não esteja satisfeito com os resultados; a gestão por um profissional que acompanha o desempenho das aplicações.
A previdência privada costuma incentivar as pessoas a poupar dinheiro, essa pode ser uma boa opção para desenvolver um novo hábito. Porém, os clientes dessa modalidade são expostos a taxas de administração e carregamento (se houver) que varia de acordo com a instituição, também existem dois tipos de tributação em uma previdência privada: a progressiva (de 0% a 27,5%) e a regressiva (de 35% a 10%), por isso é indicado para longo prazo.
Em investimentos, uma das opções para longo prazo é o Tesouro Direto. “O Tesouro Direto é acessível para todos os investidores. Hoje, com apenas R$ 30 reais, você já se torna um investidor de títulos públicos, que possui uma boa taxa de rentabilidade”, conta. Além disso, segundo o assessor, o risco do investimento é muito baixo. “É o investimento muito seguro, e além de dar bons rendimentos, serve para contribuir com o desenvolvimento do Brasil, pois os recursos arrecadados financiam áreas como educação, saúde e infraestrutura”, complementa. “A capacidade de valorização variam de acordo com as expectativas dos juros futuros".
A única desvantagem, segundo Cristiano, são as tributações se precisar resgatar antes de 30 dias, que estão sujeitas ao IOF, ou seja, seria necessário manter o investimento pelo menos um mês, para não ter uma tributação a mais.
Já a poupança tem se tornado cada vez menos rentável. Hoje, com a taxa Selic em 6,50%, o rendimento está em torno de 4,5% ao ano. “Ao considerar que o fechamento do IPCA em 2018 foi de 3,75%, o ganho real é menor que 1,0% ao ano, ou seja, você vai precisar de muitos e muitos anos para atingir um valor atrativo para a sua aposentadoria”, explica. Fonte: Segs
e Chaves Públicas Brasileira – ICP-Brasil, na página do mesmo jornal na internet. Fonte: ITI


Inteligência emocional e sabedoria

A Inteligência Emocional (IE) se refere à nossa habilidade de reconhecer e gerenciar nossos sentimentos, de ter empatia, e de interagir com o outro de forma eficaz. Pessoas com pontos fortes em IE têm uma conexão maior com suas próprias experiências e um interesse genuíno em ajudar os outros. Mas a Inteligência Emocional nos torna mais sábios?
“Sabedoria” parece uma característica amorfa, difícil de definir, e ainda mais, de estudar. Ainda assim, nossa habilidade de cultivar sabedoria pode ser vital para o futuro da sociedade e do nosso planeta, assim como para uma vida bem vivida.
A doutora Vivian Clayton - uma neuropsicóloga geriátrica - definiu “sabedoria” anos atrás, e sua definição tem respaldado pesquisas e discussões sobre o tópico desde então. Ela descreveu sabedoria como “a habilidade de compreender a natureza humana, que é paradoxal, contraditória e sujeita a mudanças contínuas.” A doutora Clayton também identificou três habilidades interconectadas que comprometem a sabedoria: pensamento, reflexão e compaixão. Nossos pensamentos e reflexões podem nos levar a insights e perspectivas, o que pode nos guiar a uma posição de empatia - e realmente ajudar àqueles que necessitam.
Assim como a sabedoria, a inteligência emocional nos ajuda a “compreender a natureza humana” - conhecer a nós mesmos, saber como os outros se sentem e veem o mundo, e entender a complexidade dos relacionamentos. Todas essas habilidades diferem de QI, o que mede pensamento lógico e a habilidade de análise.
Para entender a natureza humana de forma geral, ajuda muito compreender, primeiramente, a nós mesmos, o que requer autoconsciência. Com autoconsciência emocional, reconhecemos nossos sentimentos e como eles nos impactam, o que nos ajuda, por exemplo, a falar com o coração de modo que ressoe com outras pessoas. Autoconsciência também é a base de um domínio emocional sólido, assim como da empatia - nós só podemos entender as emoções dos outros quando entendemos as nossas próprias.
Laura Carstensen da Universidade de Stanford descobriu que, enquanto envelhecem, as pessoas geralmente se “tornam mais equilibradas emocionalmente e mais aptas a resolver problemas com alto teor emocional”. O que se deve, em parte, a uma maior consciência da morte e entendimento da beleza da vida. De acordo com o estudo de Carstensen, pessoas mais velhas também são mais prováveis a declarar uma mistura de emoções positivas e negativas, como felicidade alternada com tristeza, o que as ajudam a se recuperar de extremos emocionais com mais rapidez. (Mas é claro que a sabedoria não é limitada à idade, nem idade a garante.)
Somada à autoconsciência e ao autocontrole emocional, a empatia é vital à nossa habilidade de forjar relacionamentos com significado e compreender a natureza humana. Com empatia, nós podemos apreciar a diversidade de perspectivas, ser mais tolerantes e ter mais interações harmoniosas. Inteligência emocional e sabedoria podem se unir em nossos relacionamentos. Pessoas que têm competências de Inteligência Emocional para gerenciar relacionamentos usam seu tempo para serem presentes na vida dos outros e cultivam respeito mútuo em suas relações. Elas têm um interesse genuíno em ajudar, especialmente se sua experiência puder ajudar o próximo. E se sobressaem em gerenciar conflitos ao encontrar um ponto em comum. Bônus: os relacionamentos saudáveis estão correlacionados com maior satisfação de vida e longevidade. Daniel Goleman - escritor, psicólogo e jornalista científico

Avanço no emprego formal impulsiona mercado de saúde

O total de beneficiários de planos médico-hospitalares cresceu 0,5% entre fevereiro de 2019 e o mesmo mês do ano anterior, um aumento de 220,3 mil vínculos. Os números integram a última edição da Nota de Acompanhamento de Beneficiários (NAB), do Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS).
"O resultado está apoiado no avanço dos postos de trabalho formal no País. No mesmo período analisado pela NAB, o Caged aponta um saldo de 173,1 mil novos postos com carteira assinada", analisa Luiz Augusto Carneiro, superintendente executivo do IESS, lembrando os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, do Ministério do Trabalho.
O executivo explica que mesmo que o ritmo de retomada do mercado de trabalho formal esteja abaixo daquele previsto na mesma época de 2018, o avanço desse indicador tem uma influência muito positiva sobre a economia. "A criação de novas vagas influencia a renda das famílias, sua capacidade de consumo, de acessar crédito e mesmo a confiança da população", argumenta. "Com isso, é natural que as pessoas que se viram obrigadas a deixar o plano ao longo dos últimos quatro anos comecem a recontratar o serviço. Especialmente porque este é um dos três maiores desejos do brasileiro, após educação e casa própria", completa Carneiro.
O resultado foi impulsionado pelos números do Estado de São Paulo, que teve 136,9 mil novos vínculos firmados nos 12 meses encerrados em fevereiro deste ano. Alta de 0,8%. O Estado conta com 17,3 milhões de beneficiários de planos médico-hospitalares, o que representa mais de um terço (36,4%) do total do País.
Por outro lado, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Minas Gerais continuam enfrentando resultados negativos. Juntos, os três estados registraram o rompimento de 81,9 mil vínculos. "Os números desses três Estados, apesar de negativos, reforçam a ligação entre o cenário econômico nas Unidades da Federação e a contratação de planos de saúde", avalia Carneiro. "Minas Gerais, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul são, justamente, aqueles com a pior situação fiscal segundo relatório recente da Tendências Consultorias", comenta. Fonte: Segs

Chuvas: seguradoras dão suporte para atendimento de pedidos de indenização

As seguradoras montaram um plano de contingência no Rio de Janeiro para fazer frente às ocorrências relacionadas às fortes chuvas que atingem a cidade desde o dia 08 de abril. As empresas têm reforçado as suas equipes de Assistência 24 horas para atender aos segurados que tiveram seus bens danificados pelas chuvas e enchentes.
De acordo com a Federação Nacional de Seguros Gerais (FenSeg), a cobertura compreensiva do seguro automóveis – a mais completa, que engloba a maioria das apólices – garante indenização ao segurado em caso de prejuízos provocados por enchentes e eventos climáticos. Nesse caso, proprietários de veículos terão suas perdas cobertas pelo seguro.
Para a FenSeg, entidade que representa as seguradoras, o mais importante é garantir agilidade e segurança no atendimento aos clientes, como forma de minimizar as perdas. Daí a importância de entrar logo em contato com a seguradora e comunicar o sinistro. Basta informar todos os dados do veículo, explicando exatamente o que ocorreu.
Aquele que contrata seguro não deixará de receber sua indenização por falta de dinheiro em caixa. Para fazer frente aos pedidos de indenização, as seguradoras contam com reservas técnicas e a supervisão da SUSEP (Superintendência de Seguros Privados), órgão vinculado ao Ministério da Economia. É importante registrar que as empresas seguradoras são previamente autorizadas a operar de acordo com a legislação vigente, seguindo exigências de patrimônio para garantia do cumprimento de todas as responsabilidades com os seus segurados. Fonte: Segs

Saúde
O efeito do café no corpo

O café é considerado a segunda bebida mais consumida do mundo. Uma xícara da bebida vai bem pela manhã, depois do almoço e até mesmo na hora de espantar aquele sono durante a tarde. Só no Brasil, em 2014, foram ingeridos 81 litros de café por pessoa, segundo pesquisa da Associação Brasileira da Indústria de Café (Abic).
Mesmo com efeitos psicoestimulantes, que o levam a ser classificado como “droga”, se for consumido com moderação traz benefícios à saúde. “400 mg de cafeína, o equivalente a quatro xícaras pequenas por dia, são seguros para a maioria dos adultos”, explica a nutricionista Carla Souza (SP). Já acima da dose indicada é possível se sentir nervoso, inquieto, ter insônia e tremores, além de aumento do batimento cardíaco, delírios e até convulsões. Porém, essas reações são individualizadas e dependem da frequência e da quantidade por dia.
A cafeína é extraída do grão de café e pode causar dependência. Também pode ser encontrada em chocolate, guaraná,cola, chá-mate, cacau e medicamentos, como analgésicos e inibidores de apetite. A retirada abrupta da cafeína pode levar a dores de cabeça, irritação e até insônia. Fonte: Viva Saúde

Orientação segura
O que dizer sobre as dificuldades?

Para desenvolver uma habilidade, precisamos ser provados de muitas maneiras e, essas provas, vêm com nome de dificuldades. São elas que exigirão de nós maior foco, criatividade e resiliência. É através delas que nos destacamos, ou não, entre tantos outros como nós. Então, da próxima vez que se deparar com uma dificuldade, não reclame!
Agradeça a oportunidade de evoluir e se desenvolver como pessoa e profissional porque, a forma que você enxerga a dificuldade, define sua postura diante dela e separa os vencedores dos perdedores. Afinal, passar dificuldades não é escolha sua, mas como vai reagir a elas é! Elisa Simões - Geração de Valor

Ação Positiva
"Muitas coisas não ousamos empreender por parecerem difíceis. Entretanto, são difíceis porque não ousamos empreendê-las." Sêneca

Veja também

Mensageiro Seguro 97707/12/18 O melhor momento para investimento em previdência privada é agora Quem optar por investir na modalidade PGBL até o final de 2018 pode deduzir as contribuições já na próxima declaração de IR. O fim do ano está próximo, ou seja, é o momento para pensar onde investir o dinheiro extra que chega nessa época, como o 13º......
Mensageiro Seguro 99120/03 Seguradora Líder divulga principais números do DPVAT 2018 Em 2018, a Seguradora Líder pagou 328.142 indenizações do Seguro DPVAT a acidentados de trânsito e seus beneficiários. O número corresponde a......
Mensageiro Seguro 98211/01 ITI atualiza regulamentações sobre uso do certificado digital na carteira estudantil O Instituto Nacional de Tecnologia da Informação – ITI publicou, em 27 de dezembro de 2018, no Diário Oficial da União......

Voltar para Blog