topo

Postado em 04 de Janeiro às 15h50

Mensageiro Seguro 981

Institucional (33)
Certa Corretora de Seguros e Certificação Digital - Chapecó/SC Nos últimos dois anos, trânsito brasileiro matou quatro pessoas a cada hora Das mortes registradas no período e indenizadas pelo Seguro DPVAT, 65% estavam...

Nos últimos dois anos, trânsito brasileiro matou
quatro pessoas a cada hora


Das mortes registradas no período e indenizadas pelo Seguro DPVAT, 65% estavam concentradas nas regiões Sudeste e Nordeste.
Nos últimos dois anos, mais de 63 mil mortes foram causadas pela violência no trânsito, o que representa, em média, 86 óbitos por dia ou pouco menos de quatro mortes a cada hora. Os dados foram divulgados pela Seguradora Líder, administradora do Seguro DPVAT, para marcar a celebração do “Dia Mundial em Memória das Vítimas do Trânsito”, celebrado no último dia 18 de novembro.
De acordo com a Seguradora Líder, a motocicleta foi a responsável pela maior parte dos acidentes: cerca de 76%, que envolveram os próprios condutores. Além disso, mais de 26 mil acidentes fatais envolveram jovens entre 18 a 34 anos, faixa considerada economicamente ativa.
A Seguradora Líder apurou ainda que, das mortes registradas no período e indenizadas pelo Seguro DPVAT, 65% estavam concentradas nas regiões Sudeste e Nordeste, onde os estados de São Paulo, Minas Gerais, Bahia, Paraná e Rio de Janeiro representaram, juntos, 46% das ocorrências.
De acordo com o Superintendente de Operações da Seguradora Líder, Arthur Fróes, a realidade do trânsito brasileiro é preocupante e, por essa razão, é preciso ter atenção, educação e respeito às leis. “O país tem indicadores graves, com alto número de vítimas todos os anos. É preciso ter mecanismos de proteção para as vítimas, como o Seguro DPVAT, além de investimentos em conscientização, prevenção e formação dos motoristas”, afirma.
Através da divulgação de análises contínuas dos indicadores estatísticos, a Seguradora Líder, além de apresentar um cenário atual do trânsito brasileiro, tem como objetivo fornecer importante instrumento para apoiar governos e instituições no planejamento de políticas de educação cada vez mais efetivas em todo o país. Fonte: Seguradora Líder

E se o chato for você?

Já reparou que há gente que está sempre esperando a ajuda do outro? Então, passa a a se acostumar com aquela ajuda e cria, a partir daquilo, um padrão.
Eu conheço pessoas que estão sempre reclamando. Não necessariamente por palavras, mas por meio de suas atitudes, olhares e até mesmo pela falta deles. Gente que passa uma vida toda escorada em uma situação, seja qual for ela. Pode ser de cima de um pedestal julgando a todos, como se ele fosse o único imune, o único que é o correto o tempo todo. Para ele, o resto que o acompanhe e se molde a ele. E o oposto também é verdade, aquele que é sempre a vítima da história, o mal interpretado, aquele que ninguém dá chances, o injustiçado, a pessoa que passa a vida toda esperando que o outro faça por ela. E tem ainda o que se torna chato por conta de tudo isso e com poucos minutos de contato você já entende porque a vida dele não muda, porque não consegue emprego, porque tudo sempre está igual. Já parou pra pensar que esse chato pode ser você?
Em 2018 eu reparei que estava me tornando a chata da história. Até então nunca havia me portado como vítima de nada, sempre fiz acontecer. Mas foi diante de uma situação pessoal em que me acomodei que percebi que chegaria aos 80 anos olhando para trás sem ter orgulho do que vivi. E decidi que eu precisava parar de reclamar e fazer acontecer, mesmo que a tal mudança doesse ou fosse difícil. E tratei de fazer.
Junto com todo meu processo de mudança entendi de forma ainda mais clara o quanto dependia apenas de mim mudar. Era chegada a hora de parar de culpar o outro, de esperar do outro ou de carregar a culpa e até as prováveis dores que eu imaginava que ela sofreria quando eu decidisse mudar. Enfrentei um cenário que me forçava a viver de aparências com medo da mudança e do que iam pensar. Descobri e entendi que o ser humano é complexo mesmo e quase sempre está disposto a criticar o outro e julgar, enquanto permanece no mesmo lugar. Para ele só existe aquele olhar e tudo que for diferente não é verdade.
Se você odeia suas condições atuais, o que tem feito para mudar? Se você odeia seu trabalho, começou a criar condições e a se mexer para conseguir outro? Se seu relacionamento é uma fachada e não o faz mais feliz, vai passar a vida toda desse jeito? E até quando vai culpar o outro por estar vivendo a vida que não gostaria de viver? Ou esperando que se moldem a você, que vivam do seu jeito?
Outro dia eu conheci um sujeito cujo currículo era ótimo, com pouco tempo de convivência entendi o motivo de ainda não ter conseguido um emprego de novo: era completamente chato e inadequado na forma como se colocava, mas certamente ele mesmo não se dava conta disso. Conheci também um cara que estava vivendo quase que escorado na vida, morreria facilmente aos trancos e barrancos (deitado), mas tinha filhos para criar e precisava de um emprego, só que ele queria o mais fácil, queria que colocassem um emprego incrível no colo dele. São dois casos difíceis de julgar, porque acredito que somos muito do que vivemos, de modo que quem se fecha muito ou viu pouco do mundo acaba tendo dificuldades em saber seu lugar no mundo e sua pequenez.
Se a sua vida está, me perdoe a palavra, uma merda, vai deixá-la continuar assim por quanto tempo mais? Quando vai parar com tudo isso e virar protagonista de sua própria vida? Fazer escolhas sabendo que todas elas trazem renúncias e dificuldades? Somos humanos e temos tendência a reclamar, mas o que também podemos fazer para mudar? Será que apenas fazer pedidos na noite de reveillon é suficiente para nossa vida mudar?
Que em 2019 a gente possa FAZER muito mais, começando pela identificação de nossas fraquezas, anseios e do que podemos melhorar. Em seguida, parando de esperar tanto do outro, entendendo que EU preciso fazer a minha parte e que não devo colocar em ninguém a culpa da minha existência e das minhas escolhas. Começar o ano sendo protagonista de sua vida e carreira é o melhor conselho que posso lhe dar. Flávia Gamonar - escritora


Livro-caixa de produtores rurais será entregue
à Receita em formato digital


A Receita Federal do Brasil – RFB publicou a Instrução Normativa nº 1848, de 28 de novembro, que estabelece novas regras para entrega de livros-caixa de produtores rurais pessoa física. De acordo com o normativo, o Livro Caixa Digital do Produtor Rural – LCDPR deverá ser entregue assinado digitalmente com certificado digital no padrão da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira – ICP-Brasil.
A nova regra vale a partir do ano-calendário de 2019, para produtores que auferirem, durante o ano, receita bruta total da atividade rural superior a R$ 3,6 milhões. A entrega do arquivo digital, com o LCDPR escriturado e assinado digitalmente, à Receita deverá ser realizada até o final do prazo de entrega da Declaração do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física – DIRPF, no respectivo ano-calendário.
Os contribuintes com potencial para alcançar os limites estabelecidos pela nova regulamentação, de acordo com a Receita, respondem por aproximadamente 40% do faturamento da atividade rural de pessoas físicas declarantes na DIRPF.
Segundo a Receita, além de simplificar a entrega dos dados, a nova declaração confere maior clareza às informações prestadas pelos contribuintes, evitando a burocracia decorrente de eventuais pedidos de informações e esclarecimentos adicionais. Estará sujeito à multas o produtor rural pessoa física que deixar de apresentar o LCDPR no prazo estabelecido ou o apresentar com incorreções ou omissões. Fonte: ITI

Marketing digital: o poder dos textos que convencem os consumidores

O setor que movimenta bilhões e que cresceu 25,4% em 2017 segundo a IAB Brasil, tem nos copywriters o grande trunfo para obter campanhas milionárias.
Você não queria comprar, não queria clicar. Mas quando viu já estava lá passando seu cartão e tendo a certeza que precisa mesmo daquela oferta. Se identificou? Mas quem são as pessoas por trás destes textos que nos prendem das cabeças aos pés?
Nos bastidores deste setor que movimenta bilhões de reais estão profissionais qualificados, verdadeiros especialistas em gatilhos mentais que prendem a atenção dos consumidores. Os resultados são impressionantes.
Saiba quem são alguns dos profissionais mais bem pagos do mercado e empresas que estão transformando o mundo do marketing digital voltado a infoprodutos.
Marcelo Braggion, sócio e proprietário da MR Lançamentos – empresa referência em lançar produtos digitais – responsáveis pelo terceiro maior lançamento do Brasil que alcançou mais de R$ 10 milhões em apenas 10 dias. Entre os clientes e parceiros deles está também a Empiricus – empresas que em 2017 faturou quase R$ 300 milhões só de conteúdo em PDF. Até o final deste ano com os lançamentos de cursos o valor deve dobrar.
Com uma experiência de 18 anos no Marketing Digital, o Growth Hacker, José “Vinagre”, é hoje a maior autoridade em Inteligência Comportamental do Brasil. Só este ano ele faturou R$ 138 milhões para os seus clientes. Entre as expertises destaca a habilidade em estruturar chatbots que faz triplicar os resultados das vendas a cada lançamento de infoprodutos.
Rocky Vega, executivo da Agora Inc., – maior empresa de publicações digitais do mundo com mais de dois milhões de clientes e co-autor do Big Black Book, a Bíblia do Negócio de Conversões e Vendas em Marketing Digital –, também está entre os profissionais mais bem recomendados da área. No momento ele está à frente de um projeto no Brasil junto à Acta Holding, coordenando todas as equipes de copywriters do Grupo.
Renato Torelli, é sócio da Empiricus e gestor da equipe de copywriters. Primeiro profissional da empresa contratado exclusivamente para escrever cartas de vendas. Torelli é o nome que está por trás da formação de todos os copywriters da Empiricus.
Eles compartilharam seus segredos na Imersão Copy Experience, promovido e organizado pela MR Lançamentos. O evento foi realizado dias 07, 08 e 09 de dezembro em São Paulo. “A iniciativa em realizar este encontro é fantástica. Há muitos cursos e fórmulas sobre como lançar infoprodutos na internet, mas especificamente uma imersão em copywriting é o primeiro”, destaca o Growth Hacker José Vinagre que já compartilha várias dicas e sacadas para os empreendedores digitais no seu próprio Instagram. “Ideias como estas não podem parar. Em 2019 pretendo expandir meus conhecimentos para os top players do mercado, através de imersões, consultorias e mentorias em grupo”, adianta Vinagre. Fonte: Segs

Saúde
Dicas para se alimentar bem no verão

As oscilações de temperaturas são indicativos que é necessário ficar atento aos cuidados durante a estação mais quente do ano. Veja algumas dicas para se alimentar bem no verão.
- Coma alimentos ricos em betacaroteno e vitamina D, pois eles ajudam na fixação da cor da pele ao se bronzear.
- As principais fontes de betacaroteno são os alimentos alaranjados como cenoura, laranja, abóbora, melão, manga, carambola, pêssego e vegetais verde-escuros, como espinafre, endívia, couve, chicória e agrião.
- Poucos alimentos são naturalmente ricos em vitamina D. Para compensar, recomenda-se ingerir produtos enriquecidos, como cereais matinais.
- A hidratação precisa ser constante. A recomendação geral é que se consuma no mínimo 2 litros de água por dia e de preferência entre as refeições para manter o organismo sempre hidratado.
- Evite alimentos muito gordurosos e pesados como frituras, empanados, cremes e molhos espessos. Isso porque eles exigem mais energia do organismo para serem metabolizados e tornam a digestão mais lenta, dando a sensação de empanzinamento e desconforto intestinal.
Fonte: Revista Viva Saúde

Orientação segura
O que você está procurando?

É comum passarmos a vida procurando realizar nossos sonhos e projetos, pessoais e profissionais, e isso é legítimo. Fomos criados para nos mover e desenvolvermos nossos talentos. Mas algumas vezes, corremos o risco de esquecer o que realmente importa.
Por mais que a gente deseje ter autonomia e independência e, às vezes não queremos ou não podemos mesmo depender de ninguém, é fato que somos seres sociais e não somos autossuficientes. Precisamos de relacionamentos. Necessitamos de aceitação e amor e o lugar ideal para isso é a nossa família.
Pode ser que você não tenha uma boa história até aqui com a sua família. Ou quem sabe você reconhece neles o seu porto seguro. A verdade é que não podemos reescrever o início da nossa história ou quem foram nossos pais, mas cabe a nós decidir como será a família que teremos, o tipo de relacionamento que manteremos com ela ao ponto dela se tornar muito valiosa para nós.
Realize seus projetos e procure conquistar o que tem valor para você mas não se espante se, ao conseguir, você perceba que não tem tanto valor assim e que todas as conquistas materiais não se comparam a felicidade que é ter uma família unida, que nos ama e aceita como somos.
Examine corretamente o seu mapa e não se perca procurando bens valiosos apenas economicamente. E lembre-se: Família, seu maior tesouro! Fonte: Geração de Valor

Ação positiva
"Não podemos aprender nada de novo até que possamos admitir que ainda não sabemos de tudo." Erwin G. Hall

Veja também

Mensageiro Seguro 98318/01 Empresas apostam em soluções digitais para otimizar processos A Indústria 4.0 conquista o mercado empresarial e proporciona mais produtividade e agilidade em atividades burocráticas. Tão disruptivas quanto foram as máquinas à vapor na 1ª Revolução Industrial são as novas tecnologias digitais, físicas e biológicas que......
Mensageiro Seguro 98901/03 Certificado Digital ICP-Brasil simplifica declaração do IR 2019 A Receita Federal do Brasil – RFB liberou o Programa Gerador da Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física 2019 – DIRPF. Os contribuintes......
Mensageiro Seguro 97201/11/18 Roubo de cargas causa prejuízo de R$ 2,5 bilhões no Brasil De acordo com números da NTC&Logística e do Setcesp (Sindicato das Empresas de Transportes de Carga em São Paulo), o roubo de cargas causou prejuízo......

Voltar para Blog