topo

Postado em 21 de Dezembro de 2018 às 15h07

Mensageiro Seguro 979

Institucional (68)
Certa Corretora de Seguros e Certificação Digital - Chapecó/SC Chapecoense estará em cruzeiro com Roberto Carlos O contador Kermis Marins Silva, de Chapecó, foi um dos ganhadores da promoção Certisign...

Chapecoense estará em cruzeiro com Roberto Carlos

O contador Kermis Marins Silva, de Chapecó, foi um dos ganhadores da promoção Certisign “Emoções com Roberto Carlos 2019”.
No período de 22 de agosto a 7 de dezembro, quem comprou ou renovou Certificado Digital da rede Certisign, Autoridade Certificadora Líder na América Latina, concorreu ao cruzeiro Emoções com Roberto Carlos 2019, com direito a um acompanhante. A viagem, com embarque no Porto de Santos, será de 16 a 20 de fevereiro, a bordo do transatlântico Costa Favolosa.
Foram sorteadas 30 cabines externas, com vista para o mar, ar condicionado, banheiro privativo e TV por satélite, com todas as refeições incluídas. São 15 para clientes que renovaram ou adquiriram um novo Certificado Digital e 15 para profissionais da contabilidade que indicaram clientes à Certisign. O sorteio foi realizado em 13 de dezembro e o chapecoense foi um dos ganhadores.
A promoção envolveu mais de 40 mil participantes em todo o Brasil. Kermis foi contemplado através da parceria com a AR CERTA ADMINISTRADORA COM A AC CERTISIGN. “Foi através do Programa de Incentivo ao Contador (PIC) que cadastramos a HECTRA NEGÓCIOS CONTÁBEIS S/S LTDA, na qual o profissional foi contemplado com a viagem”, destacou o administrador da Certa, Cláudio Rotava.

Será esta a hora de acionar a simplicidade?

Tenho a sensação que estamos complicando demais a vida. Claro que a situação no Brasil não está bonita nem fácil, mas a realidade é o que ela é – não o que a gente gostaria que ela fosse. É com ela que a gente precisa fazer as pazes, se pretendemos mudar alguma coisa, apesar de todas os nossos desejos e expectativas frustradas.
Contexto político-econômico (triste) à parte, tem gente que me diz que tudo ficou mais difícil por causa da tecnologia e de todos os acessos e estímulos que ela promove (e das redes sociais, com seus excessos de exposição e comparação, especialmente). Tem gente que acha que essa sensação de complicação pode ter a ver também com a densidade que o mergulho pra dentro, na tão propagada busca de autenticidade, propósito e paixão, demanda. Então, para a conexão eu-comigo-mesma ser realmente verdadeira, tem que haver uma baita fricção. Será que precisa ser assim, sofrido o tempo todo?
Os tempos modernos nos cutucam com inquietações das mais variadas mesmo, mas prefiro acreditar que há um jeito de abordar o cotidiano, as nossas circunstâncias, aquilo que a gente controla e também o imponderável que faz parte da jornada de cada um, de um modo mais prático – e mais singelo. Talvez seja hora de acionar a simplicidade como recurso para a resolução de antigos problemas tanto quanto para a criação de novas possibilidades. Talvez seja possível olhar para o que nos acontece de um lugar menos rígido, mais fluído. Talvez seja saudável escolher lidar com o que a vida manda de uma forma mais espontânea, em vez de apenas reagir transformando pedras mínimas do caminho em grandes questões existenciais, perdendo, assim, a perspectiva sobre o que é complexo, de fato.
Acho que é dessa espontaneidade que tenho sentido falta, nas relações de todos os tipos – entre pessoas, projetos, trabalhos, empresas. Pensa comigo: quando foi a última vez que você se conectou a alguém por causa de uma afinidade, sem esperar nada em troca, só porque sentiu admiração e vontade de saber mais sobre alguma coisa que a outra pessoa disse ou fez? Quando foi a última vez em que mandou uma mensagem desse tipo sem elocubrar 200 vezes a respeito antes, complicando o que seria uma oferta natural de apoio, atenção e afeto e a chance de receber de volta uma resposta surpreendente? Quando foi a última vez em que conseguiu rir de algo que aconteceu a você e saiu completamente fora do que foi planejado, mas até que foi interessante?
Uma vida mais simples começa quando a gente para de levar tudo tão a sério – e coloca atenção e intenção naquilo que realmente parece fazer sentido pra gente agora. A realidade não vai ficar cor de rosa só porque eu e você queremos, mas pode ser que fique mais leve passar pelos dias cinzas se cada um de nós cuidar do que é sua responsabilidade, sem complicar. Sisudez, formalismos, reclamações, dúvidas, a cabeça e a agenda explodindo, não são sinônimo de sucesso nem de maturidade. São pesos, são distrações, parecem mais com ego no comando, insegurança pedindo carinho, medo de não saber ser, se não for na marra. O modo como você passa pelos seus dias é a forma como a sua vida está passando, afinal. Considere essa sugestão: simplifique o que você pode na forma de pensar e fazer o que dá, para sentir que você está bem vivo aí, no miudinho do seu tempo, esse que vai passar levando você pra frente, sem considerar a sua embatucação.
Juliana de Mari - Coach

Califórnia gastará US$ 3 bilhões com limpeza de escombros

Após controlar o maior incêndio de sua história, Califórnia se prepara para lidar com a limpeza dos escombros deixados pelas chamas, que destruíram cerca de 19 mil residências. Valor é mais que o dobro do custo com a limpeza de um incêndio no norte do estado em 2017.
Menos de um mês após controlarem os incêndios na Califórnia, as autoridades estaduais já se preparam para lidar com outro tipo de problema: os gastos com a limpeza. As estimativas demonstram que o estado, em conjunto com governos federais e municipais, vai gastar, pelo menos, US$ 3 bilhões para limpar os escombros.
O valor é mais que o dobro do custo com a limpeza de um incêndio no norte da Califórnia em 2017. Na época, as cifras atingiram US$ 1,3 bilhão, um recorde. Agora, os mais de US$ 3 bilhões serão empregados para lidar com a limpeza das chamas, que atingiram o estado por quase todo o mês de novembro e destruíram cerca de 19 mil residências.
De acordo com o diretor do Escritório de Serviços de Emergência da Califórnia, Mark Ghilarducci, o estado vai administrar a limpeza desta vez. Isso porque as empreiteiras contratadas em 2017 foram alvos de queixas por parte de centenas de proprietários, que denunciaram a destruição de calçadas e canos, além de promover um precário serviço de limpeza.
Segundo Ghilarducci, serão contratados auditores e monitores para vigiar a limpeza dos escombros. No ano passado, o U.S. Corps of Engineers foi requisitado porque as finanças do estado estavam reduzidas devido à quantidade de incêndios ao longo de 2017. Este ano, com o apoio dos governos federais e municipais, as autoridades estaduais conseguirão comandar a limpeza.
No entanto, a Califórnia ainda parece longe de se restabelecer. As limpezas estão previstas para começar apenas no mês de janeiro, com a previsão de conclusão de um ano. A maior parte dos trabalhos será realizada em Paradise, no norte da Califórnia, onde as chamas causaram grande destruição.
No dia 11 de dezembro, autoridades atualizaram o número de mortos para 86, depois que um homem, que estava internado há três semanas, morreu por causa das queimaduras sofridas em decorrência das chamas.
Não apenas o poder público prevê bilhões de dólares em gastos. As seguradoras estimam um gasto total de US$ 10 bilhões em reclamações de proprietários de casas e empresas, destruídas ou danificadas. Ao longo de todo o ano de 2017, as empresas estimaram US$ 11,8 bilhões em gastos com os danos. Com altos gastos em dois anos consecutivos, existe a possibilidade das seguradoras aumentarem o preço dos seguros em 2019. Fonte: Segs

O crescimento do mercado de seguro viagens e sua profissionalização

A causa mais óbvia do crescimento do mercado de seguro de viagens no Brasil é o crescimento do mercado turístico. Com mais pessoas viajando para onde é obrigatório e se faz necessário o seguro viagem, é claro para nós que as empresas que vendem seguro viagem observaram incremento nas vendas.
Além disso, o seguro viagem representa uma apólice com ótimo custo benefício, tanto para quem vende, quanto para quem compra. O seguro viagem é obrigatório para quem visita a Europa. E, nos Estados Unidos, as consultas médicas são extremamente caras. Por isso, os viajantes têm tido o cuidado de contratar a apólice quando viajam para esses destinos. Assim como as pessoas que participaram de competições mundo afora.
Para o mercado e para as empresas, o crescimento é benéfico, mas é preciso olhar para os profissionais que trabalham com seguro viagem. Mais do que conhecer e ter experiência em seguros, o profissional precisa entender de viagens, de turismo e dos locais para onde o viajante está indo.
Imagina vender um pacote de viagem de dez dias para Portugal e Espanha para uma família e durante o embarque o seguro viagem, que não foi oferecido, for exigido? Essa experiência traumática fará com que aquele cliente dificilmente volte a procurá-lo, pois o profissional deixou passar algo essencial: a questão a obrigatoriedade da apólice na Europa. A esses profissionais é necessário ter um aprofundamento sobre viagens e países, assim como questões que envolvem o mercado segurador. Fonte: Segs

Saúde
Como ter mais disposição?

Alimentação saudável, terapias, óleos essenciais e até mesmo o autoconhecimento de seus pensamentos podem trazer mais ânimo para o seu dia a dia.
Terapia - Cuidar de si mesmo por uma hora na semana faz muita diferença e, para isso, as terapias podem te ajudar. “Independente de qual seja, a terapia chama a pessoa para uma reflexão pessoal e de autoconhecimento que a coloca em contato consigo mesma, descobrindo coisas das quais ela talvez não fizesse nem ideia. Isso renova a vida e, consequentemente, gera maior disposição para o dia-a-dia”, conta a terapeuta integrativa e psicóloga Vanessa Queiroz (SP).
Suplementos naturais - Algumas bebidas têm efeito energético e podem trazer uma disposição extra nos dias em que você estiver cansado. “A água de coco, por exemplo, auxilia na hidratação e é uma fonte de vitaminas B e C, que participam do processo de energização do organismo. O café, o chá-verde e o pó de guaraná são fontes de cafeína, que acelera o metabolismo garantindo uma melhora no humor e na disposição”, indica a nutricionista Maria.
Alimentação adequada - Uma alimentação saudável e equilibrada pode trazer efeitos para a produtividade e a qualidade de vida. “O consumo da dopamina e da noradrenalina presentes em leguminosas, carnes magras, ovos, alface e folhas verdes escuras, oleaginosas, frutas como banana, abacate, laranja, maracujá e uva, entre outros alimentos, resulta em energia e disposição para o organismo”, indica a nutricionista da Estima, Nutrição Maria Carolina Vieira (SP).
Óleos essenciais - A aromaterapia estimula emoções e aspectos mentais para entrar em equilíbrio, fazendo com que tudo flua melhor. Portanto, no momento do cansaço, os óleos podem ser ideias para incentivar o corpo a ter mais disposição. “Os aromas podem ser utilizados como fragrância ou ainda como frequências ingeridas e diluídas em água”, explica Vanessa. Entre os mais indicados para ter disposição extra estão o de hortelã-pimenta, lavanda e manjerona.
Meditação - Focalizar a sua atenção ao meditar pode fazer com que você se sinta até mais disposto. Vanessa recomenda um exercício de equilíbrio: “imagine uma poça de energia dourada, localizada cerca de 60 cm abaixo dos seus pés e foque no centro dela. Quando você sustenta sua energia nessa imagem, a inteligência espiritual se torna disponível. Você precisa apenas focalizar para estabelecer a intenção de irradiar a sua energia”, afirma. Técnicas como a do mindfulness pode te ajudar! Fonte: Viva Saúde

Orientação segura
O sentido da gratidão

Gratidão + Habilidades = Resultados exponenciados. Falar em gratidão ou ouvir falar sobre gratidão, pode, às vezes soar piegas, principalmente quando não temos este sentimento latente em nós. A gratidão não faz nenhum sentido quando estamos sem ela no coração e ser grato é algo tão extraordinário, capaz de potencializar nossas habilidades, evitando que racionalizemos todas as coisas, ou seja, colocar um pouco deste sentimento em tudo o que fazemos é um excelente caminho.
Todos precisamos de recursos, técnicas, ferramentas, habilidades e experiência (entre outras coisas) para que desempenhemos nossos papéis profissionais, sociais e familiares, porém é a humildade que eleva o nosso valor a máxima potência.
Parece muito fácil e simples enxergarmos nos outros, que a humildade passou longe e por isso as suas habilidades ficaram apagadas. Exemplo: um jogador de futebol que você sabe que joga muito, mas percebe que ele possui a nítida atitude altiva e arrogante em campo, parece que a bola insiste e não cooperar com ele, não é mesmo? O mesmo acontece com você nos “gramados” da sua vida. As nossas habilidades são exponenciadas pela nossa humildade ou ofuscadas pela nossa arrogância.
A boa notícia, é que a humildade pode ser cultivada através do exercício da gratidão de diversas formas, são algumas coisas que, apesar dos nossos esforços nos são dadas sem uma ação específica de nossa parte, e por isso devemos ser gratos por elas, como:
Quando lembramos de fatos onde fomos agraciados por algo sem mérito pessoal (onde alguns chamam de sorte e outros de graça, ou seja, um favor não merecido);
Termos saúde;
Estarmos vivos;
Termos amigos verdadeiros;
Possuirmos talentos;
Termos oportunidades e até mesmo, por lermos um texto como este, que pode nos ajudar na decisão de seguirmos em um caminho melhor.
Ser grato é uma prática inteligente e praticá-la significa que, além de preparar-se devidamente para as batalhas é também estar de coração aberto para as oportunidades que a vida nos dá. Somente com gratidão conseguimos enxergar o quanto somos privilegiados por tudo o que nos acontece. Geração de Valor

Ação positiva
Bendita seja a data que une a todo mundo numa conspiração de amor. Um Feliz e Surpreendente Natal a todos os leitores do Mensageiro Seguro!

Veja também

Mensageiro Seguro 98104/01 Nos últimos dois anos, trânsito brasileiro matou quatro pessoas a cada hora Das mortes registradas no período e indenizadas pelo Seguro DPVAT, 65% estavam concentradas nas regiões Sudeste e Nordeste. Nos últimos dois anos, mais de 63 mil mortes foram causadas pela violência no trânsito, o que representa, em média, 86 óbitos por dia ou pouco menos......
Mensageiro Seguro 95723/08/18 Por que os “ultrajovens” ainda vão destruir o país                   Há alguns dias, a revista Época publicou uma......
Mensageiro Seguro 96728/09/18 Os consumidores das diferentes gerações Pela primeira vez convivemos com três gerações diferentes simultaneamente no mercado e ativamente na sociedade. As gerações estão mais curtas e essa......

Voltar para Blog